Conspiração sem cortes nem edições

Crônicas da vida real | Por Adriana Bezerra | 1 ano atrás | 216 |

A conversa entre o prefeito de Bayeux, Luiz Antonio, e o empresário Ramon Acioly, durou uma hora, 37 minutos e 46 segundos.

Ao longo da conversa, eles tramam conspiração para retirar Berg Lima da Prefeitura de Bayeux.

Luiz Antonio pede ao empresário R$ 100 mil para bancar a o flagrante do seu antecessor com um comerciante da cidade, que resultou na prisão de Berg Lima. Em troca, oferece “o que ele quiser” quando chegar ao poder municipal.

Acioly, que integrou a equipe administrativa do prefeito preso e afastado, rompeu no começo do ano. No vídeo, ele admite que investiu R$ 600 mil na campanha de Berg. E que não teria tido retorno.